Implante dental e suas principais etapas

O implante dental é um procedimento bastante procurado pelas pessoas, pois ele substitui os dentes ausentes e possibilita realizar a mastigação com segurança novamente.

Além desse benefício, ele também ajuda a trazer mais auto estima e confiança na vida de quem realiza esse procedimento.

No conteúdo de hoje, a Odonto Minas vai aprofundar nesse assunto e trazer mais detalhes sobre as principais etapas necessárias para realizar esse procedimento.

Para saber mais é só dar continuidade a leitura!

Implante dental: o que é? 

O implante dental é um dispositivo muito tecnológico, constituído por duas partes, sendo elas: 

  • Pino de titânio 

O pino de titânio funciona como a raiz do nosso dente e é fixado no osso da mandíbula ou maxilar.

  • Prótese 

A prótese tem como papel substituir o dente de forma artificial e normalmente seu material é de resina ou porcelana.

Quais os tipos de implantes? 

Hoje em dia, no mercado existem diversos tipos de próteses dentárias e cada uma delas é específica para atender uma necessidade. 

Quem define o modelo ideal é sempre o cirurgião dentista, pois ele sabe determinar o procedimento recomendado para cada caso. Confira a seguir, alguns tipos de implante:

  • Implante unitário simples 

Ele é indicado para a reposição de um único dente ou em casos da perda de poucos dentes não sequenciais. 

É importante ressaltar que o implante deve ser realizado o quanto antes, pois se demorar corre o risco de haver a absorção do osso maxilar, dificultando o processo e a massa óssea se tornar insuficiente para suportar o novo dente.

  • Implante duplo 

O implante duplo é realizado nos pacientes que perdem três dentes consecutivos. Nesta situação, as condições do osso são analisadas para que apenas dois implantes possam substituir a perda dos três dentes. 

O que vai diferenciar esse implante do anterior é a posição, nesse caso, a prótese fica em um espaço vazio, apoiada na gengiva.

Uma outra vantagem desse procedimento é o custo-benefício que ele oferece, é uma excelente opção para preencher a falta de três dentes.

  • Implante com prótese protocolo 

Se uma grande parte dos dentes está comprometida, esse modelo é indicado, pois utiliza de 4 a 8 implantes para sustentar uma prótese total fixa.

Para realizar esse procedimento é necessário que os ossos estejam saudáveis. 

A parte positiva é que o resultado é natural e oferece muita segurança para o paciente.

  • Implante com prótese overdenture 

Esse modelo é mais em conta se comparado ao anterior. O overdenture utiliza de 2 a 6 implantes, que se encaixam em uma dentadura fixa, conhecida como prótese total. 

Ela proporciona bastante segurança na mastigação, porém, para realizar a higienização é preciso retirá-la.  

  • Implante zigomático 

Nos casos mais severos, como atrofia maxilar, o implante dental zigomático é indicado. 

Nesse procedimento, a fixação do pino acontece no osso zigomático, conhecido também como maçã do rosto.

Os resultados são satisfatórios e substituem as próteses totais removíveis.

Qual o objetivo do implante dental?

O objetivo do implante dentário é substituir os dentes perdidos, seja por doenças periodontais, traumas, extrações e entre outras questões.

De forma mais clara, trata-se da recolocação de um ou mais dentes de forma definitiva.

Todo esse processo contribui para trazer mais segurança e dar a possibilidade de sorrir tranquilamente e com mais confiança. Lembre-se de consultar seu dentista de confiança antes de iniciar qualquer tratamento.

Qual a vantagem? 

As vantagens que ele apresenta são inúmeras, como: resistência, durabilidade e aparência. Todos esses processos vão auxiliar o paciente na hora de mastigar, fazer a limpeza bucal correta e trazer melhora na autoestima e confiança. 

Outra vantagem, que faz toda a diferença é a biocompatibilidade do material, reduzindo assim as chances de rejeição. Isso se dá, pois, o pino é feito de titânio e esse material é super aceito pelo organismo, dando a impressão que é um dente natural.

Como deve ser o cuidado bucal? 

Muitas pessoas acreditam que o cuidado com os implantes é diferente. Porém eles necessitam dos mesmos cuidados que realizamos nos dentes naturais, como higienização adequada e visitas recorrentes ao dentista.

Para realizar uma higienização ideal, você deve usar escovas com cerdas macias, passar o fio dental, escovar a língua e finalizar com o enxaguante bucal.

Confira nosso conteúdo mais detalhado sobre os produtos indicados para realizar a higiene bucal

Quais as principais etapas do implante?

Para realizar a colocação do implante dental é necessário seguir algumas etapas realizadas pelo dentista profissional e para te ajudar vamos compartilhar todas elas com você. Confira:

  • Diagnóstico

O primeiro passo é realizar um exame no paciente, estudar seu histórico de saúde, avaliar se a estrutura óssea é adequada e suporta o implante dentário.

É essencial verificar se dentro da boca há espaço suficiente para o encaixe do implante. Em alguns casos, o tratamento ortodôntico deve ser realizado antes, para assim abrir ou fechar um espaço, pois, quando a pessoa perde um dente, os outros tendem a se movimentar.

Se, por exemplo: você perder um dente na parte de baixo da arcada dentária, o de cima começa a descer, pois não tem o par. Esse processo também ocorre em casos opostos, se você perder o dente da parte de cima, o dente de baixo começa a subir.

Caso a estrutura óssea do paciente não tenha um volume adequado é necessário que ele passe pela fase do enxerto ósseo, é uma cirurgia que prepara o osso para receber o pino de titânio.

Após essa etapa, é fundamental esperar um tempo até o osso ficar saudável e poder passar pela intervenção cirúrgica de implante.

  • Intervenção cirúrgica 

O procedimento é feito no consultório e dura em torno de 30 a 40 minutos. Para que o paciente possa ficar confortável, a anestesia é aplicada. 

Uma incisão na gengiva é feita pelo profissional para que ele chegue até o osso, e consiga inserir o pino de titânio. Após esse procedimento, é colocada uma tampa de proteção no local e os pontos são feitos.

Depois de 3 a 6 meses de cirurgia, é necessário aguardar esse tempo, pois ocorre a osseointegração, que segundo o site Wikipédia: “é a união estável e funcional entre o osso e uma superfície de titânio”.

O paciente retorna ao consultório, realiza uma radiografia para analisar se está tudo em ordem, e assim que o osso estiver integrado, é possível dar continuidade às próximas etapas do implante dental. 

  • Elaboração da prótese

Nessa etapa começa um processo de escolha da cor da prótese ou coroa, da modelagem e depois que tudo estiver definido, elas são enviadas para a confecção em laboratório.

  • Colocação da prótese

Esse procedimento cirúrgico, como mencionado no texto, é realizado pelo dentista. Ele reabre a região em que o pino de titânio foi instalado, para que ele possa receber a prótese.

Qualquer pessoa pode fazer? 

Esse procedimento é recomendado para pacientes a partir de 18 anos, pois nessa fase a dentição já está totalmente formada. Ele não é indicado para grávidas ou pacientes que não têm cuidado com a higiene bucal, nesse caso pode ocorrer a perda do implante dental.

Os casos de pacientes mais idosos, que possuem diabete grave e hipertensão normalmente são os que possuem mais contraindicação.

Acompanhamento 

Agora que você aprendeu sobre o que é, quais são as principais etapas, os cuidados e os tipos de implante dental é hora de voltar a sorrir com bastante segurança e autoconfiança. 

Encontre a Odonto Minas mais próxima a você, agende uma consulta com nossos profissionais especializados, através do WhatsApp. Estamos te esperando.

Quer conhecer mais sobre o nosso trabalho? Siga a Odonto nas redes sociais: Facebook e Instagram

Até o próximo post!