O que são e para que servem as próteses dentárias?

Com os constantes avanços tecnológicos, ter um sorriso de cinema, mesmo depois dos 50 ou 60 anos, já não é mais algo considerado impossível. Uma técnica bastante usada em todo o mundo pelos dentistas, são as próteses dentárias.  Preparamos esse post que vai te explicar tudo a respeito desse assunto. Continue a leitura e fique por dentro. 

O que são próteses dentárias e para que elas servem? 

As próteses dentárias visam a substituição de um ou mais dentes faltantes na boca de um indivíduo. Quando uma pessoa perde um ou mais dentes, seja por problemas bucais não tratados ou por algum acidente, o uso de próteses como opção de tratamento é o mais indicado. 

O principal objetivo do uso das próteses dentárias é trazer de volta a harmonia do sorriso, restabelecer a função mastigatória do paciente e, claro, corrigir a deficiência estética provocada pela ausência de elementos dentários. O tratamento com o uso de próteses é indicado para quem perdeu um, vários ou todos os dentes. 

Diferença entre as próteses dentárias e implante

Essa é uma dúvida bastante comum entre os pacientes. Tanto a prótese dentária quanto o implante têm basicamente a mesma função, que é a reposição de um ou mais dentes. Na verdade, eles são tratamentos complementares. O implante substitui a raiz do dente, que servirá como uma espécie de suporte para a prótese. 

Mas para todo o processo de reabilitação ficar 100%, é preciso colocar uma prótese dentária. Em suma, o implante por si só não é capaz de desempenhar a função do novo dente, pois a sua função é substituir a raiz do mesmo. Por isso, a prótese é necessária, pois ela vai trabalhar em conjunto com o implante. 

As próteses dentárias são uma alternativa de tratamento menos invasiva. Ou seja, se a raiz do dente do paciente estiver saudável, o implante torna-se desnecessário. Nesse caso, somente a prótese que é indicada. 

Tipos de próteses dentárias

Antes de iniciar o seu tratamento em busca do sorriso perfeito, uma avaliação com um dentista é a primeira coisa a se fazer. Conheça os principais tipos de próteses dentárias disponíveis no mercado: 

Prótese dentária total removível: Conhecida popularmente como dentadura e bastante usada por pacientes acima dos 60 anos. Essa prótese substitui um ou todos os elementos dentários em ambas as arcadas. São classificadas como convencionais, overdenture e protocolo. 

Prótese parcial removível: Indicada quando o paciente ainda possui alguns dentes saudáveis na boca. Esses elementos dentários é que vão servir como base de sustentação da prótese parcial que será colocada. 

Prótese dentária parcial fixa: Existem dois tipos: coroas ou pontes, com indicações diferentes, dependendo do caso. As pontes substituem a falta de um ou mais dentes perdidos, já as coroas têm o objetivo de restabelecer a estética e a função de um dente. 

Prótese sobre implantes: Necessita que os implantes dentários sejam feitos, já que esses vão substituir as raízes naturais dos dentes. Esse tipo de prótese dentária deverá ser fixada em cima dos implantes, que servirão de suporte para a mesma. 

Cuidados após a colocação de uma prótese

Depois de ser submetido ao tratamento com próteses dentárias, alguns cuidados básicos no dia a dia por parte do paciente, são necessários. Conheça quais são e conserve o seu sorriso por muito mais tempo: 

  • Escove os dentes corretamente 3 vezes do dia. Dê preferência para uma escova com cerdas grandes e firmes e não se esqueça de escovar a língua. A higiene bucal deverá ser feita sempre após as principais refeições;
  • Se você usa uma prótese dentária removível, o ideal é que ela seja retirada para facilitar a devida higienização. A limpeza da prótese deve ser feita preferencialmente com sabão neutro e o enxágue em água corrente.  
  • Para pacientes que usam dentaduras, antes de se deitarem, deve-se limpar bem a prótese e colocá-la em uma solução antibactericida ou água filtrada. O recomendado é deixá-la em imersão até o dia seguinte. 
  • Trocar regularmente a sua escova de dentes. O recomendado pelos dentistas é que a troca seja feita, em média, a cada 3 meses. 
  • Use o creme dental indicado pelo seu dentista e faça o uso das pastilhas para limpeza de próteses, que são de grande valia quando o assunto é uma boa higiene bucal. 
  • Não se esqueça de fazer uma avaliação periódica da sua prótese dentária com o seu dentista. Somente assim, elas permanecerão saudáveis e firmes na boca. As visitas devem ser feitas a cada 6 meses, em média.

Conclusão
Está vendo que uma prótese dentária é diferente de um implante? Se você quiser ter um sorriso harmonioso e deixar a vergonha de sorrir no passado, é hora de agendar uma avaliação clínica com um dos nossos dentis